sexta-feira, 21 de agosto de 2009

Eu sou gay, mas o mundo precisa saber disso?


Existem gays que querem viver como se o mundo fosse cor de rosa. E eles não ligam a mínima se são minoria em uma sociedade hipócrita e preconceituosa.
Nada contra a manifestação de carinho. Tudo contra o desrespeito!
E se você é gay e agarra seu namorado em público é um desrespeito tremendo com os outros.
Você não sabe se aquelas pessoas que estão alí estão preparadas para isso. Podem ter crianças e idosos olhando...
E não é impondo sua condição sexual aos outros que você será respeitado, muito pelo contrário! O efeito é inverso!
Não estou aqui dizendo que os gays são sujos e não devem demonstrar seu amor pelo seu parceiro em público por isso, mas estou aqui dizendo que a maioria ganha. E que devemos nos enquadrar ao pensamento coletivo, pois vivemos em sociedade!
Não é considerado atentado ao pudor demonstrações de carinho entre gays em público, do mesmo jeito que não é considerado entre heteros, mas vai do bom senso de cada um.
Eu mesmo que sou gay e já vi vários homens se beijando, ainda me choco ao ver dois caras andando de mãos dadas na rua, ou trocando caricias em público. Imagine então pessoas que não são gays e não são obrigadas a verem tal cena!
Aí um amigo que eu tenho levanta uma idéia cretina ao dizer que muitos heteros também ficam assim nas ruas e que muitas vezes até extrapolam! Não se preocupando com que estão vendo!
O que eu tenho dizer a este meu amigo é o seguinte: "Meu querido amigo cretino! Quando nós visitamos alguém temos que nos enquadrar a realidade da casa da pessoa, e deixarmos nossos "vicios" porta a fora! Do mesmo jeito que quando estamos com nosso namorado gay em uma sociedade considerada a maioria heterossexual, devemos nos enquadrar a esta realidade!
Agora se muitos heteros quase se comem na rua, paciência! Eles estão em "suas casas!"
A sociedade é hipócrita e você tem duas alternativas quanto a isso: Entender ou entender!
E se você optar por uma terceira alternativa, com certeza enlouquecerá em uma briga entre Davi e Golias!
Eu não sou aquele tipo de pessoa que vive se preocupando com que os outros pensam de mim, e nem faço questão nenhuma de esconder a minha condição sexual, mas também não faço questão em a expor!
As pessoas da rua da minha casa podem até saber que sou gay, mas não precisam me ver beijando meu namorado e nem andando de mãos dadas com ele!
Mesmo depois que contei que sou gay pra minha mãe, continuei em casa com meu namorado como se ela não soubesse de nada, sabe o que é isso? Respeito!
Tenho amigos que se beijam em ato público e acham super normal o que estão fazendo, eu particularmente acho ridículo e uma falta de respeito com o próximo!
Existem lugares que você pode ficar mais a vontade com seu namorado, e sem correr o risco de passar alguém do lado e gritar: Suas bichas!!
Coisa que convenhamos é muito desagradável, mesmo que você seja super desencanado quanto a isso! Esse tipo de situação sempre deixa uma coisa estranha no ar!
Então bichas! Mantenham o respeito, controlem-se um pouco quando estiverem em público e quando chegar o momento de poder extravasar, extravasem!
Vocês vão ver que vai ser ainda muito mais gostoso!

15 comentários:

  1. Adoreeei o post!! Só ainda não concordo que os heteros continuem se 'estrupando' em público e nós temos q nos contentar em trocar carícias secretamente pra não ser chamados de sapatão/bicha/etc, e eu sei q escondido é melhor, mas sempre tem aquele MAS.
    Como vc disse.. paciência. (mas vou começar a fazer cara de nojo qndo ver dois heteros se beijando,e questão q eles me percebam. rs)
    Parabéns pelo post.
    Abç!

    ResponderExcluir
  2. Olha, entendo sua maneira de pensar (conheço muita gente que pensa assim), mas tenho que respondê-la.

    Qaundo você defende que "a sociedade é assim e temos que entendê-la", você defende que nada mude. Me desculpe, mas todos os avanços que a sociedade teve no quesito aceitação da homossexualidade - e que permitem que você se assuma sem grandes problemas - não seriam possíveis se alguns corajosos não tivessem tido a coragem de, décadas atrás, ousar desafiar a hipocrisia da sociedade.
    Andar de mãos dadas não é ofensa. Dizer que um amor é mais certo que outro, é!

    ResponderExcluir
  3. Além do que a Carol Maia disse, devo dizer que enquanto perdurar esse "status quo" - estado das coisas - em que os homossexuais forem considerados "estranhos" ou "diferentes", o preconceito continuará. É a tal da heteronormatividade, que estabelece um padrão de "normalidade" que não é opcional: todos têm que seguir.

    Portanto, se você diz isso, meu caro, você está contribuindo para o preconceito tanto quanto um fanático religioso que diz que homossexualidade é aberração. Pelo menos podia perceber que o clássico argumento das "crianças e idosos" é um argumento circular, só faz sentido se você assumir por princípio a conclusão a que quer chegar (que homossexualidade é "pior" de alguma maneira).

    Eu sou heterossexual. Sou homem e curto somente mulheres. Mas já quase parti pra briga ao ver o garçom de um bar implicar com um casal gay que estava fazendo carinhos mútuos, enquanto eu mesmo beijava e amassava minha namorada sofregamente e ninguém nem se importava. Como é que eu, que nem mesmo sofro esse preconceito, posso me sentir tão incomodado com isso, meu caro, e você, que deve já ter passado por poucas e boas, ainda quer aceitar e convencer os outros que tem que ser assim? Você tem problemas. Pelo visto te fizeram uma lavagem cerebral bem completa.

    ResponderExcluir
  4. Meu caro "Patola!" Não existe no meu caso lavagem cerebral. Eu só faço aquilo que eu quero e penso que seja correto e honesto!
    Com toda certeza já passei por poucas e boas no quesito preconceito, mas não me sinto injustiçado e nem acho que o problema se resolverá com os meus beijos e amaços em publico!
    Posso ser considerado um homossexual preconceituoso por alguns? Sim! Mas prefiro acreditar que sou honesto com meus principios e não tenho pensamentos utópicos de acreditar que as coisas melhorarão se sairmos nas ruas nos agarrando como se fossemos maioria!
    Não acho que ser gay é ser inferior aos heteros, mas é notório que é diferente da grande maioria!
    E tudo aquilo que é diferente chama a atenção! Como os hippies, os emos, os roqueiros e etc...
    Já pensou se toda essa galera se incomodasse com os olhares das pessoas nas ruas e achassem que estão sendo discriminados? Desculpa! Mas eles são menoria e fogem do que é tido como "normal".
    Então eu entendo sua opinião e a respeito, mas ainda continuo com o mesmo pensamento em relação ao tema!
    Abraços e continue comentando os posts, pois os comentários favoráveis ou não sempre bem vindos!

    ResponderExcluir
  5. Acho que todo mundo, hetero ou gay, pode expressar seu carinho em público sim. Enquanto muita gente pensar que só os "diferentes" ou a "minoria" (é com i) não podem, a gente não avança na questão do preconceito.

    ResponderExcluir
  6. te aprovo nesse modo de respeitar as outras pessoas.vai chegar a hora..rsrrs

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  8. kkkkkkkkk morri de ri com o comentario da Tamy. Concordo pelnamente com ela. u.u

    "Adoreeei o post!! Só ainda não concordo que os heteros continuem se 'estrupando' em público e nós temos q nos contentar em trocar carícias secretamente pra não ser chamados de sapatão/bicha/etc, e eu sei q escondido é melhor, mas sempre tem aquele MAS.
    Como vc disse.. paciência. (mas vou começar a fazer cara de nojo qndo ver dois heteros se beijando,e questão q eles me percebam. rs)
    Parabéns pelo post.
    Abç!" +1

    ResponderExcluir
  9. este post deu MUITA REpercusão. Não vou então reanimar os ânimos por aqui...

    Vou apenas dizer que é o primeiro post que leio e que não compartilho da mesma oinião. Mas.;... fazer o que... O texto está ÓTIMO como sempre e o tema bem abordado!

    ResponderExcluir
  10. Acho literalmente escrota essa sua opinião..
    Tudo sem nexo.. todos tem de serem felizes da forma que procuram.. se os héteros se comem, porque os gays também não podem? se manca cara.. isso se chama "liberdade de expressão" e no entanto a Lei diz isso.. se pode, pode.. ~

    ResponderExcluir
  11. tá...
    pra quem escreveu isso:
    1 - hipócrita é vc meu amor
    2 - se ninguém precisa ver gay se pegando na rua, ninguém precisa ver hétero tb
    3 - se ninguém precisa ver gay se pegando na rua, ninguém precisa ver vc escrevendo bosta na internet pq foi mal comido ontem a noite 8D

    nada mais a delcarar
    namastê

    ResponderExcluir
  12. Esse texto, evidentemente, deixa claro o próprio preconceito do autor. As palavras e expressões nitidamente mostram que o autor tenta sustentar sua argumentação utilizando-se de cliches como: maioria hetero e minoria gay, diferenças no corportamento entre homo e heteros, tentando justificar isso com a "dominância" dos heteros na sociedade !!!
    Fico espantando como o próprio autor diz ser de certa maneira indiferente a situação de "dois heteros quase comendo um ao outro na rua", sem conseguir ser também indiferente a duas pessoas do mesmo sexo andando de mãos dadas na rua !!!!!!
    Como uma pessoa pode ser indiferente a um comportamento em que não existe moderação nem respeito,(como é o caso de duas pessoas heteros a todo fervor em publico se atracando) e ao mesmo tempo não consegue ser indiferente ao simples ato de duas pessoas do mesmo sexo que andam de mãos dadas ????
    O autor usa pesos e medidas diferentes para analisar o comportamento dos individuos que tem direitos e deveres iguais em sociedade.
    Não importa qual a condição sexual da pessoa. Não importa se essa pessoa tem um relacionamente homo ou hetero !!! O que importa é o bom senso, a justa medida, a temperança dos atos e sentimentos para que ninguém seja exposto à contrangimentos !!!
    Não compactuo, sem sou obrigado a presenciar caricias publicamente de hormonios ambulantes, sejam eles de quem vier (homem ou mulher, hetero ou não) !!!
    Tenho ciência que na sociedade humana, o que foge dos ditos padrões, chama a atenção, e por este motivo sei que meu bom senso deverá ser muito apurado para não constranger pessoas que tenham culturas, visões de mundo, e crenças diferentes das minhas !! Mas isso não significa que por esses motivos não posso expressar minhas demonstrações de amor, afeto e carinho que sinto por aquele que esteja ao meu lado !!!
    Quem dignamente tem uma postura correta e sensata nunca infringirá o espaço de outras pessoas !!! E ao mesmo tempo nunca se sentirão reprimidas pois saberão que tudo tem sua hora e lugar !!!
    Esse meu pensamento é de vida, é de postura e de respeito que construi com meus pais. E pouco importa ser homem ou mulher !!! O que importa é ser decente comigo mesmo respeitando o outro na sua diferença, sem ficar olhando "atravessado" úm casal que simplesmente anda de mãos dadas pela rua !!

    ResponderExcluir
  13. acho rídiculo vc tão retrogradamente e altamente preconceituoso! expressões de amor só fazem o bem. se dois caras sairem se batendo na tv ninguém diz nada
    bicha uó vc

    ResponderExcluir
  14. seja quem for essa pessoa que fez esse texto, ela certamente nao colabora para os avanços na conquista dos direitos gays,

    ResponderExcluir
  15. ...Não sei porque a preocupação.
    Eu e meu companheiro somos dois "heterossexuais"...tivemos nossas mulheres e temos filhos mas escolhemos nossa felicidade 9 anos de amor, discussão mas com respeito e muito carinho mas é na nossa intimidade, não dá pra se expor, mas respeito a opinião do próximo.

    ResponderExcluir